Histórico racial do Pastor Alemão

Os cães pastores alemães fazem parte do Grupo 1 – Cães pastores e boiadeiros, dentro dos grupos atribuídos pela FCI (Federation Cynologique Internacionale), com sede na Bélgica.
Padrão FCI nº 166 de 16 de Agosto de 1996.  

Os cães pastores alemães têm como seu país de origem a Alemanha, onde seu nome original é Deutscher Schäferhund, utilizado em sua origem como cão de pastoreio, guarda e serviço, sendo de grande versatilidade.

O padrão da raça foi primeiramente desenvolvido em 1899, pelo Clube SV do Pastor Alemão (Vereins für Deutsche Schäferhunde e V.) na Alemanha, sociedade filiada ao VDH (Verein für das Deutsche Hundewesen), com sede em Augsbourg, tida como a sociedade fundadora e responsável pelo padrão do pastor alemão. 

Esse padrão foi revisto e analisado por diversas oportunidades até em 1976, ter sido revisado pelo WUSV (Weltunion der Vereine für Deutsche Schäferhunde / União Mundial das Sociedades de Pastores Alemães) e incorporado ao mesmo. 

Houve ainda uma nova reorganização desse padrão em 1991, através dos conselhos diretores e consultivos e instituído como força de lei.

O Pastor Alemão tem sua origem nas regiões do centro e do sul da Alemanha, através de variedades de cães de pastoreio, onde sua criação tecnificada, com objetivo de criar um cão de utilidade, altamente qualificado, levando em consideração suas aptidões físicas e mantendo seu caráter e temperamento.